A MAIORIDADE FICA-LHES TÃO BEM…
por Gonçalo Morgado

A Lovers & Lollypops prepara-se para dar a primeira lambidela na maioridade, com os olhos postos no futuro e acima de tudo sem se esquecer de todas as dores e alegrias de crescimento destes seus primeiros dezoito anos de vida. Passará oficialmente a sentar-se à mesa dos graúdos, apesar de por lá andar há já algum tempo. Com a pinta de quem tem “tudo no lugar e nada em ordem” descarta toda e qualquer abordagem saudosista às fornicações passadas e prepara-se, aqui e agora, para espernear em direcção ao futuro com a serenidade que quem já foi a sítios e aprendeu uma coisa ou outra.
O não-convencional, sempre presente na abordagem aos itinerários escolhidos, foi o denominador comum na celebração deste período ao qual se pode chamar de uma vida… vida essa preenchida por concertos em caves, jardins e salas, festivais continentais e insulares. Tudo isto feito por pessoas e para pessoas que em vez de olharem a música como um paquiderme parado, amorfo e espaçoso no meio da sala, o preferem à solta numa loja de porcelana.
Em apenas dezoito anos, a Lovers & Lollypops conseguiu algo que muitos penam uma vida inteira para alcançar. Criou “uma comunidade de práticas colaborativas, alicerçada em sonoridades múltiplas e, acima de tudo, numa base de ressonância empática entre artistas e público, palco e plateia, música ao vivo e gravações de estúdio”. Neste momento tem o prazer de ver reunidos uma série de artistas que legitimam essa sua criação e perpetuam a sua visão ao sentirem de igual modo “o pulso destes tempos de estranheza global e empoderamento local”.


Posto isto, a 23 de julho a Lovers & Lollypops junta a família e leva-a numa autêntica joy ride até à Bouça spot onde todos vão continuar a ser mais felizes que um pistão numa biela. Entre as 14.30h e as 22h o inconvencional vai celebrar-se com estrondo e circunstância com as actuações de Black Bombaim, Conferência Inferno, Ece Canlı x LRRNN x JRG, Inês Malheiro e Sereias. Não esquecer ainda a passagem de Patrícia Brito e Dj Fitz pela mesa de mistura. Pelo meio desta cena toda ainda haverá espaço, imagine-se, para um piquenique e petiscos, tudo à boa moda do Minho.
Os bilhetes custam 20 euros em pré-venda, com oferta de um par de meias. A partir de 1 de julho os bilhetes passarão a custar €25.

Deixar um comentário

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE