As cidades de Évora e Portalegre acolhem a 8ª edição do festival que, neste novo formato, se expande até ao Alto Alentejo.

O sonico festival alentejano, realizado com o selo da Pointlist, decorre nos dias 17 e 18 de Novembro entre a SOIR-Joaquim António D’Aguiar, a Quina das Beatas, a Sociedade Harmonia Eborense e o Club Lounge. Para a Irreversível é impossível ficar indiferente a este cartaz, Unsafe Space Garden, Sunflowers e Cave Story, passaram este ano pela Magazine em formato de entrevista para os lançamentos dos respectivos discos. Travo, banda que fez a pré-apresentação do novo LPAstromorph God” (com edição prevista exactamente para 17 de Novembro) na 1ª edição d` “Uma Noite Irreversível“. MДQUIИД e Hetta, dois projectos que agarramos irreversivelmente desde o “Ano Malfeito” (outros dos cartazes mais bem-sucedidos do ano) e com quem a Irreversível já tem os respectivos encontros marcados (a serem divulgados brevemente).

MДQUIИД © Pulsar
MДQUIИД © Pulsar


Na crónica ao “Ano Malfeito” escrevia-se que: “Para o 2º dia de festividades Malfeito, estava reservado um alinhamento que abria com MДQUIИД e Unsafe Space Garden, dois projectos que empolgam e prometem marcar, no presente, os palcos nacionais. (…). É por aqui que passa o futuro da modernidade rock nacional.” ou ainda, sobre os Hetta: “A banda triturou, moeu e esmagou o Ano Malfeito!“.
Já na crónica ao Party.Sleep.Repeat., Gonçalo Morgado escrevia sobre os Sunflowers: “O último disco fez-me afundar no tapete ao estilo do Renton no primeiro Trainspotting…” ou sobre os MДQUIИД, “(…) enfrentaram o destino com o peito aberto, olhos nos olhos, de bateria, guitarra e baixo em riste e deram-lhe uma das mais consistentes tareias sónicas que tive o prazer de presenciar nos últimos tempos“. Ou no Rodellus 2023, onde o Gonçalo apanhava pela 2ª vez este ano com os Unsafe Space Garden, depois do Basqueiral: “Não deixam nada ao acaso. Alcançam a pertinência sem um pingo de esforço e navegam pelas águas turvas dos últimos cinquenta anos de rock’n’roll com uma pinta inimaginável.

Nesta casa somos mesmo assim, há coisas que gostamos mais do que outras, assumimos isso.

Destaque ainda para Overdoses, novo projecto que foi apresentado recentemente e tem despertado bastante curiosidade, o “regresso” de 800 Gondomar que apresentaram a 11 de Outubro um novo single, e The Twist Connection, banda acima de qualquer suspeita rock, com muitos klms de palcos e bons concertos, projecto que já faz parte daquilo que podemos apelidar como icónico do indie-rock nacional.

Não será possível à Irreversível estar presente a 17 e 18 de Novembro no Black Bass Évora, desculpem, no Black Bass Fest – Evóra / Portalegre, onde certamente encontraríamos mais motivos de interesse para além dos citados, mas deve ter ficado evidente o quanto gostamos deste alinhamento.

black bass 2023


Bilhetes aqui

Deixar um comentário

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE