Uma espécie de alquimia, fusão de música e palavra, degustação simbiótica. Pairam questões e flutuam reflexões. Tudo excessivamente degustado sem contra-indicações, como um pós-ébrio, daqueles com Bocas Que Sabem a Papéis de Música.

Bocas Que Sabem a Papéis de Música (150) – Raramente Acontece com Frequência


O BQSAPDM não é exceção à regra e também tem os seus momentos de desatino. Os mais viscerais podem atingir níveis de desgoverno tal, que muito facilmente conduzem à fúria. Com honestidade, alguns a designação que melhor lhes assenta, é mesmo a cólera. Raros e irregulares nos parâmetros da intensidade, acontecem cada vez com mais frequência. Para piorar o cenário, já de si estranho, os mais desatinados dos momentos de desatino têm agora sentido único, cujo padrão é sempre “de fora para dentro”.
Não querendo incorrer em riscos desnecessários de se ver empedernido, estático dentro das suas quatro paredes, quer acreditar que se der um passo em frente conseguirá libertar-se dos pesos que o levam em primeira instância ao desatino. E mais e melhor ainda! Evita as úlceras a todo o custo. É certo que depois de se rasgar a carne é difícil manter as cicatrizes fechadas.
Mãos à obra… neste caso, pés à obra que se faz tarde.


Autoria, Locução & Realização
Lady Jane Doe & Retroneofora

Jingle:
Jorge da Rocha (Música) & Peter de Cuyper (Locução)

Produção
O Mau Produtor

Deixar um comentário

ESTE ESPAÇO PUBLICITÁRIO
PODE SER TEU CONTACTA-NOS

logonovaguas
logotipo roupaderua
okilled
logoHDChefe
conceitos-diferentes
ESRadio
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE