Concertos de Hetta e Cobrafuma, Celine Marie e Diogo Ferreira em live-act e dj set de Techorpsen, no Café-Concerto RUM by Mavy.

Texto por Gonçalo Morgado

A primeira edição de “Uma Noite Irreversível teve todos os ingredientes de uma one night stand memorável – foi intensa, produziu fluídos em quantidades para lá de épicas, colou roupa interior ao tecto, provocou assaduras em sítios improváveis e durou até ao fim da madrugada. Ainda inebriadas por tudo o que aconteceu no Mavy a 04 de Outubro, a Irreversível Magazine e a gig.ROCKS! decidem voltar a envolver-se e o resultado dessa decisão é nada mais, nada menos, do que o regresso a um espaço onde foram extraordinariamente felizes para a segunda edição de “Uma Noite Irreversível”.
Na noite de 24 de Fevereiro de 2024 a carismática sala do Mavy será o palco de mais um conjunto de actividades e concertos alinhados pela bitola “Nada será como dantes” e o programa é o que se segue:

Em 2019, Alex Domingos, João Pires, João Portalegre e Simão Simões, encontraram o caixote de Pandora, abriram-no com a plena consciência do que poderia acontecer e, desde aí, têm espalhado o caos nos meandros não só do hardcore como de todas as confissões sonoras para lá do estilo. A aclamação estrondosa do EPHeadlights“, editado em 2022, é a confirmação de que dos Hetta estão numa rota de ascensão musculada e frenética, percurso que muito em breve lhes trará o estatuto de banda predilecta dos pavilhões auriculares do underground nacional e internacional. Afirmar que depois deste concerto, Braga não será a mesma é um understatement… a cidade acordará com um andar novo no dia seguinte. Ou até dois… ou três!

Hetta © Francisco Alves
Hetta © Francisco Alves


José Roberto Gomes, Luís Chaka, Azevedo e Rui Pedro Martelo, são como as más raparigas só que em gajo. Já foram, vão e continuarão a ir a todo o lado. Chamaram Cobrafuma à viagem que decidiram fazer juntos, tendo ido buscar inspiração à expressão “a cobra vai fumar” – uma farpa proverbial brasileira que significa algo difícil de ser realizado mas que ao acontecer vai ser um trinta e um do mais fino recorte… suposições à parte, facto é que aconteceu e o resultado é um crossover entre thrash-metal, hardcore-punk e sludge. Correndo assumidamente o risco de nos tornarmos repetitivos, a frase que fechou a crónica Irreversível do primeiro dia da edição de 2023 do Basqueiral ilustra na perfeição o que vai acontecer a 24 de Fevereiro no Mavy: “Se alguém não acabou a pinar desenfreadamente depois deste concerto, o mundo é um lugar estranho.”.

Cobrafuma © Pulsar
Cobrafuma © Pulsar


Para além, antes e durante os concertos, os utilizadores do espaço poderão ainda usufruir de duas experiências singulares:

Tatuadora (live act): Celine Marie descreve-se como fotógrafa, tatuadora e aspirante a carpinteira. Oriunda do universo do teatro experimental, lança-se “meio que por acidente” na cena da fotografia, tendo sido esse o ponto de partida para outras actividades como a tatuagem, a abertura de uma galeria multidisciplinar com espaço para concertos e um estúdio de tatuagens. Mais recentemente, o interesse pelas madeiras direccionou-a para o design de interiores.

Celine Marie
Celine Marie


Hairstylist (live act): fundador da marca e estúdio NOIR Hair Salon, actualmente com presença em cidades como Braga, Porto, Gaia e Aveiro, Diogo Ferreira é também director de fotografia de produto, actividade que lhe permite uma maior proximidade com essa forma de expressão artística que tanto admira e ao mesmo tempo utilizá-la como complemento da linguagem das suas criações – “(…) para não expor nas redes sociais apenas um corte de cabelo bonito, mas sim uma peça artística incrível”.

 Diogo Ferreira
Diogo Ferreira


Depois disto, Techorpsen vai provocar um ataque de pânico no cinzentismo dos compiladores de playlists desta vida. Ela é a cumbia, ela é o punk, ela é o electro-árabe, ela é o industrial… é ter a capacidade para pensar munido de uma discografia imaculada enquanto se leva uma pista ao rubro. É para transpirar…
Techorpsen é parte da dupla The Ema Thomas, curadoras da noite The Greatest Tits no Maus Hábitos, apresentando-se ainda em nome próprio em espaços como Ferro Bar (Porto) ou CRU (Famalicão). A pegada alastra ainda ao imaginário da rádio sob a forma de uma rubrica na MIXTAPE da rádio SBSR.

Techorpsen
Techorpsen


Melhor não é impossível… melhor é Irreversível!

Uma noite irreversivel


Bilhetes à venda em bol.pt

“Uma Noite Irreversível” | 1ª Edição | Fotogaleria
“Uma Noite Irreversível” | 1ª Edição | Reel

Deixar um comentário

ESTE ESPAÇO PUBLICITÁRIO
PODE SER TEU CONTACTA-NOS

logonovaguas
logotipo roupaderua
okilled
logoHDChefe
conceitos-diferentes
ESRadio
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE