Uma espécie de alquimia, fusão de música e palavra, degustação simbiótica. Pairam questões e flutuam reflexões. Tudo excessivamente degustado sem contra-indicações, como um pós-ébrio, daqueles com Bocas Que Sabem a Papéis de Música.

Bocas Que Sabem a Papéis de Música (164) – Hipersensibilidades ou Dores Fantasma


Fenómenos que envolvem respostas anómalas e descoordenadas do sistema nervoso. Hipersensibilidades são respostas imunológicas desproporcionadas a substâncias comummente inofensivas com graves efeitos como anafilaxia. Dores fantasma são sensações dolorosas percepcionadas em membros amputados, fruto de sinais nervosos persistentes e que o cérebro insiste em interpretar como dor numa parte do corpo, mesmo depois de ausente. Duas definições literais para duas ideias, referem-se ao significado exato e direto, sem interpretações adicionais. Num formato um pouco mais figurativo, existe uma forte possibilidade de certas ausências, quando expostas a determinadas situações de tensão, exacerbarem emoções adversas apenas na aparência. Hipersensibilidade ou um pesar insuportável por privação de um membro de valia inestimável? Ambas as condições exemplificam respostas intensificadas ou mal interpretadas. Hoje o BQSAPDM destaca algumas, homólogas na complexidade da percepção e na réplica do corpo a estímulos. Choques eletroestáticos evitam que os solilóquios se instalem entre os centros nervosos e não comprimem qualquer manifestação emocional por mais fisiológica e visceral que se destile.


Autoria, Locução & Realização
Lady Jane Doe & Retroneofora

Jingle:
Jorge da Rocha (Música) & Peter de Cuyper (Locução)

Produção
O Mau Produtor

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE